quarta-feira, 13 de abril de 2016

ÀS  vésperas da votação do impeachment, a Casa Civil sugeriu a presidente Dilma Rulsseff que libere  Fosfoetanolamina sintética "Pílula do câncer" para a venda, mesmo antes da aprovação pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), afinal, muitos dos que irão votar, querem a sua liberação.

Resultados preliminares mostraram baixo poder de eficácia das cápsulas da substancia, mas, em reunião para tratar do projeto de lei que sanciona a liberação do produto, mesmo antes que a ANVISA dê o ok final, propõe que a Fosfoetanolamina possa ser liberada para pacientes que estejam interessados em usa-la


A ANVISA, já havia pedido que a presidente vetasse o projeto de lei até que os testes e estudos mais profundos fossem concluídos
O principal argumento é que o composto poderia representar uma ameaça à saúde dos pacientes, manchar a imagem do controle sanitário do Brasil. Disseram também que os responsáveis pelo produto nunca pediram o seu registro na agência.

Os detentores da patente, vem distribuindo gratuitamente a "pulula do câncer" a mais de 20 anos até que em 2014  parou de ser entregue, depois de uma determinação da própria universidade (USP de São Carlos) para que produtos experimentais não fossem entregues à população.
O composto foi aprovado na camara dos Deputados no dia 8 de março, e depois de duas semanas aprovado também no senado, aguardando agora, a sanção da Presidente da República.

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.

EBOOK DIETA CETOGENICA

Comprar Agora

Ajude nosso projeto

FANPAGE

Postagens Populares

Follow by Email