segunda-feira, 5 de junho de 2017



A moringa é uma planta pertencente à família das moringáceas cujo nome científico é Moringa oleífera. A árvore é de porte pequeno, mas seus ramos podem chegar aos 10 metros de comprimento, e as folhas e suas vagens podem ser consumidas. Também conhecida como acácia branca, árvore rabanete de cavalo, cedro, moringueiro e quiabo de quina, a planta é rica em nutrientes podendo ser inserida na alimentação.
Conhecida como árvore milagrosa, a moringa pode chegar a alcançar entre 7 e 12 metros e é originária das zonas próximas ao Himalaia, sendo cultivada em países de clima tropical e subtropical como os da África, da Ásia, América do Sul e Central, e no Havaí.

Benefícios.

São muitos nutrientes, antioxidantes e anti-inflamatórios contidos nessa árvore, por isso, muitos a chamam de Árvore dos Milagres. A moringa tem tanta proteína quanto qualquer outra fonte animal e contém todos os aminoácidos essenciais. É também rica em cálcio, ferro, vitamina A, vitamina C, vitaminas do complexo B, potássio, ômegas e zeatina, hormônio vegetal que atua no antienvelhecimento.
Cerca de 100 gramas das folhas frescas podem suprir as necessidades diárias de cálcio, cerca de 80% das necessidades do ferro e metade das proteínas necessárias. Alguns especialistas dizem que ela tem capacidade alcalinizante e pode ser base para tratamentos diversos: câncer, depressão, mal de Alzheimer, epilepsia, diabetes, inflamações, obesidade, reumatismo, dengue e AIDS.
Relação de Nutrientes.

Entre seus benefícios, está a presença de muitas proteínas, vitaminas A, B, C e minerais como cálcio, magnésio, ferro, potássio sódio e fósforo. A sua riqueza nestes é muito grande e, para ter uma ideia da quantidade, podemos fazer um comparativo com outros alimentos: as proteínas são em mesma quantidade do que o ovo e duas vezes o que o leite possui. Em cálcio, possui quatro vezes mais que o leite; três vezes mais potássio que a banana; quatro vezes mais vitamina A do que a cenoura e sete vezes mais vitamina C do que a laranja.

Fornece todos os aminoácidos essenciais.

A proteína mais abundante no planeta é a de origem vegetal. Porém, a qualidade nutricional de uma proteína está relacionada à sua digestibilidade e à sua capacidade de satisfazer as necessidades em aminoácidos essenciais (aqueles que precisamos ingerir pois o corpo humano não os produz) para a síntese proteica. Essa qualidade varia de acordo com a fonte proteica, com os tratamentos utilizados no processamento do alimento e com as interações com outros componentes da alimentação.
A digestibilidade pode variar de acordo com a fonte e o preparo da proteína vegetal. E ela pode ser tão alta quanto à animal para alguns alimentos, como parece ser o caso da moringa. A ingestão dos aminoácidos essenciais pode ser atingida utilizando-se apenas as proteínas vegetais ou uma combinação delas com as animais (ovos, leite e queijo).



Como usar.

A moringa pode ser consumida como chá, triturada em pó ou via cápsulas vegetais. O gosto dela é bem forte, então o conselho é misturar a moringa em pó com vitaminas, sucos ou outras receitas saudáveis. As folhas podem ser consumidas cozidas em sopas, guisados e pratos variados.
As folhas e hastes podem ser secas e usadas como condimento, polvilhando sobre os alimentos. A vagem pode ser usada verde e fresca e tem sabor de ervilha quando cozida. As sementes podem ser consumidas torradas e cozidas com sal, tendo um sabor parecido com grão de bico. As flores podem ser utilizadas em saladas, e são fonte importante de néctar para as abelhas.

Sementes.

Em um projeto piloto para tratamento de água em Malawi, na África, foi constatado que enquanto o alumínio é eficiente como coagulante apenas em uma faixa restrita de níveis de pH da água a ser tratada, as sementes de Moringa atuam independentemente do pH, constituindo-se em uma vantagem a mais em países em desenvolvimento, onde normalmente não é possível controlar efetivamente o pH antes da coagulação. Tais sementes podem ser usadas no tratamento de água, abrindo possibilidades que asseguram que os países emergentes possam ter água saudável, limpa, potável e para o uso doméstico.


0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.

EBOOK DIETA CETOGENICA

Comprar Agora

Ajude nosso projeto

FANPAGE

Postagens Populares

Follow by Email