quarta-feira, 4 de outubro de 2017


Nilotinibe (substância ativa) é indicado para

  • O tratamento de pacientes adultos com leucemia mieloide crônica cromossomo Philadelphia positivo (LMC Ph+) em fase crônica recém-diagnosticada;
  • O tratamento de pacientes adultos com leucemia mieloide crônica cromossomo Philadelphia positivo (LMC Ph+) em fase crônica ou em fase acelerada após falha ou intolerância a pelo menos uma terapia prévia, incluindo imatinibe.
Nilotinibe (substância ativa) é contraindicado para pacientes com hipersensibilidade conhecida ao Nilotinibe (substância ativa) ou a qualquer excipiente do produto.
Branca Comum
Este medicamento não deve ser partido ou mastigado.
Nilotinibe (substância ativa) deve ser tomado duas vezes ao dia, em intervalos de 12 horas, aproximadamente, e não deve ser ingerido com alimentos. As cápsulas devem ser ingeridas inteiras com água. Nenhum alimento deve ser consumido por, pelo menos, duas horas antes da dose ser ingerida e nenhum alimento deve ser consumido por, pelo menos, uma hora após a ingestão da dose.
Para pacientes com dificuldade de deglutição, o conteúdo da cada cápsula deve ser disperso em uma colher de chá de suco de maçã e deve ser ingerido imediatamente. Não mais do que uma colher de chá de suco de maçã e nenhum outro alimento deve ser usado.
Se o paciente esquecer de tomar uma dose, ele não deve tomar uma dose adicional, mas deve tomar a próxima dose como de costume.

Posologia

Nilotinibe (substância ativa) está disponível em duas concentrações (150 mg e 200 mg).
O tratamento com Nilotinibe (substância ativa) deve ser iniciado por um médico experiente no tratamento de pacientes com LMC.
Caso seja clinicamente indicado, Nilotinibe (substância ativa) pode ser administrado em combinação com fatores de crescimento hematopoiético, tais como, eritropoietina ou fator estimulante de crescimento de granulócitos (G-CSF). Confome clinicamente indicado, Nilotinibe (substância ativa) pode ser administrado com hidroxiureia ou anagrelida.
O monitoramento da resposta à terapia com Nilotinibe (substância ativa) em pacientes com LMC Ph+ deve ser realizado tanto no tratamento de rotina como na mudança de tratamento, para identificar resposta sub-ótima, perda de resposta à terapia, baixa adesão do paciente, ou possível interação medicamentosa. Os resultados de monitoramento devem orientar a condução adequada do tratamento em pacientes com LMC Ph+.

População alvo geral

Posologia em pacientes com LMC Ph+-FC recém-diagnosticada

A dose recomendada de Nilotinibe (substância ativa) é de 300 mg duas vezes ao dia. O tratamento deverá prosseguir enquanto o paciente continuar a ser beneficiado.

Posologia em pacientes com LMC Ph+-FC e LMC Ph+-FA após resistência ou intolerância a pelo menos uma terapia prévia, incluindo imatinibe

A dose recomendada de Nilotinibe (substância ativa) é de 400 mg duas vezes ao dia. O tratamento deverá prosseguir enquanto o paciente continuar a ser beneficiado.

Recomendações de monitoramento e ajustes de dose

O ECG é recomendado antes do início da terapia com Nilotinibe (substância ativa) e deve ser repetido após 7 dias e conforme clinicamente indicado. Hipocalemia ou hipomagnesemia devem ser corrigidas antes da administração de Nilotinibe (substância ativa) e os níveis sanguíneos de potássio e magnésio devem ser monitorados periodicamente durante a terapia, particularmente em pacientes em risco para anormalidades eletrolíticas.
Foram relatados com o tratamento com Nilotinibe (substância ativa) aumento dos níveis séricos de colesterol total. O perfil lipídico deve ser determinado antes de iniciar o tratamento com Nilotinibe (substância ativa) e, avaliado aos 3 e 6 meses após o início do tratamento, e pelo menos anualmente durante o tratamento crônico. 
Foram relatados aumento dos níveis de glicose sanguínea na terapia com Nilotinibe (substância ativa).
Os níveis de glicose sanguínea devem ser avaliados antes do início do tratamento com Nilotinibe (substância ativa) e monitorados durante o tratamento.
Devido à possível ocorrência de Síndrome de Lise Tumoral (SLT) são recomendadas, correção de desidratação clinicamente significante e tratamento de níveis elevados de ácido úrico, antes do início da terapia com Nilotinibe (substância ativa).
Nilotinibe (substância ativa) pode ser interrompido temporariamente e/ou sua dose reduzida em decorrência de toxicidades hematológicas (neutropenia, trombocitopenia) que não estejam relacionadas à leucemia subjacente (vide Tabela11).
Tabela 11 Ajustes de dose em decorrência de neutropenia e trombocitopenia:
LMC em fase crônica recém diagnosticada na dose de 300 mg duas vezes ao dia.
CAN* < 1 x 109/L e/ou contagem de plaquetas < 50 x 109/L
1. Suspender Nilotinibe (substância ativa), e monitorar as contagens sanguíneas.
LMC em fase crônica após falha ou intolerância na dose de 400 mg duas vezes ao dia.
2. Retomar o tratamento dentro de duas semanas com a dose inicial se CAN > 1 x 109/L e/ou plaquetas > 50 x 109/L.
3. Se a contagem sanguínea permanecer baixa, pode ser necessária a redução da dose para 400 mg uma vez ao dia.
LMC em fase acelerada após falha ou intolerância na dose de 400 mg duas vezes ao dia
CAN* < 0,5 x 109/L e/ou contagem de plaquetas < 10 x 109/L
1. Suspender Nilotinibe (substância ativa), e monitorar as contagens sanguíneas.
2. Retomar o tratamento dentro de duas semanas com a dose inicial se CAN > 1,0 x 109/L e/ou plaquetas > 20 x 109/L.
3. Se a contagem sanguínea permanecer baixa, pode ser necessária a redução da dose para 400 mg uma vez ao dia.
* CAN = contagem absoluta de neutrófilos.
Se ocorrer toxicidade não hematológica, moderada ou grave, clinicamente significante, o tratamento deve ser interrompido e poderá ser retomado com a dose de 400 mg uma vez ao dia, desde que a toxicidade esteja resolvida. Se clinicamente apropriado, o re-escalonamento da dose para 300 mg (LMC Ph+-FC recém-diagnosticado) ou 400 mg (LMC Ph+-FC e LMC-FA após falha ou intolerância) duas vezes ao dia deve ser considerado.

Lipase sérica elevada

Para elevações de lipase de Graus 3 e 4, as doses devem ser reduzidas para 400 mg uma vez ao dia ou interrompidas. Os níveis de lipase sérica devem ser testados mensalmente, ou quando clinicamente indicado.

Bilirrubina e transaminases hepáticas elevadas

Para elevações de bilirrubina ou transaminases hepáticas de Graus 3 e 4, as doses devem ser reduzidas para 400 mg uma vez ao dia ou interrompidas. Os níveis de bilirrubina e de transaminases hepáticas devem ser testados mensalmente ou quando clinicamente indicado.

População especial

Pacientes pediátricos (abaixo de 18 anos)

Dados de segurança e eficácia em crianças e adolescentes abaixo de 18 anos de idade não foram estabelecidos.

Pacientes geriátricos (≥ 65 anos de idade)

Aproximadamente 12% e 30% dos pacientes nos estudos clínicos (LMC Ph+-FC recém-diagnosticada e LMC Ph+-FC e LMC-FA após falha ou intolerância) tinham 65 anos de idade ou mais. Não foram observadas grandes diferenças na segurança e eficácia em pacientes com idade ≥ 65 anos quando comparados com pacientes adultos de 18 a 65 anos de idade.

Insuficiência renal

Não foram realizados estudos clínicos envolvendo pacientes com insuficiência na função renal. Os estudos clínicos excluíram pacientes com concentração de creatinina sérica > 1,5 vezes o limite superior da normalidade.
Como o Nilotinibe (substância ativa) e seus metabólitos não são excretados por via renal, não é esperada uma diminuição no clearance (depuração) corpóreo total em pacientes com insuficiência renal.

Insuficiência hepática

A insuficiência hepática tem um efeito modesto na farmacocinética do Nilotinibe (substância ativa). O ajuste de dose não é considerado necessário em pacientes com insuficiência hepática, mas estes devem ser tratados com cautela.

Distúrbios cardíacos

Nos estudos clínicos foram excluídos pacientes com doenças cardíacas não controladas ou significantes, incluindo infarto recente do miocárdio, insuficiência cardíaca congestiva, angina instável, ou bradicardia clinicamente significantes.
Deve-se ter cautela com pacientes com distúrbios cardíacos relevantes.

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.

EBOOK DIETA CETOGENICA

Comprar Agora

Ajude nosso projeto

FANPAGE

Postagens Populares

Follow by Email